quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

A faca e o corte: de que trata, afinal, o Circo de Soleinildo?

Texto elaborado a quatro mãos, por Adriana Amorim e Hannah Abnner.
Fotos produzidas e gentilmente cedidas por: Erica Daniela

Parte da fila para entrar - ESTREIA DO PROJETO VERÃO CÊNICO/2013

A acomodação da plateia levou quase uma hora
Ontem foi a estreia da edição 2013 do projeto da FUNCEB (Fundação Cultural do Estado da Bahia) órgão da Secretaria de Cultura, VERÃO CÊNICO. Diferente da edição do ano passado, quando a adesão do público parece ter sido baixa, a repercussão dessa nova edição desde o começo do mês já dava sinais de que seria um evento bem sucedido.

Não sei como foi nas outras cidades, mas aqui em Conquista, sucesso é pouco para definir esta abertura.

O saguão do Centro de Cultura Camilo de Jesus Lima estava completamente tomado por um público majoritariamente jovem, organizado em duas filas que faziam lindas e sugestivas curvas tanto para a compra do bilhete (R$ 1,00 a inteira e 0,50 a meia) e outra para entrar. Já dali se via um belo espetáculo.

A cena era ainda mais bela posto que ao fundo, nas paredes do Centro, as lindas pinturas de J. Murilo a partir do universo de Guimarães Rosa preenchiam nossos olhos e almas. Lindas pinturas em tela, em madeira e umas mais lindas ainda numas molduras de janelas antigas que eu enlouqueci de deleite.

Do lado de fora um lindo mural em papel metro, desenhado com carvão, eu acho, lindo demais. Umas das belas obras do artista plástico Arisson Sena, autor também  do Rola-bosta que fica no jardim do Centro de Cultura.(aguardando o nome das obras).

Completavam a cena a presença do próprio Camilo de Jesus Lima (interpretado por ator local) e duas personagens que não sei se devo chamar de travestis ou Drag Queens, mas uma delícia de mestres de cerimônias. Enfim, uma festa sempre completada pelo vendedor de cachaça e o tiozinho das balas.

Na entrada uma coisa de gente! Cadeiras extras pra lá e pra cá. Muita gente transgredindo as fitas que isolavam as cadeiras de onde não se teria um visão boa da peça. Invasão da área central, onde, colado ao palco foi montado o cenário (o espetáculo desceu, recusando usar o distante palco principal). De novo, uma festa!

Mas, vamos ao espetáculo?
E esse não é um convite à toa. Não no caso desta peça. O Circo de Soleinildo é daquelas obras que de tão simples, mas de tão simples, a gente pára e quase nem respira. Sabe aquelas obras que a gente sente que nos melhoram como pessoa? Aquela que a gente pensa, como não haviam feito isso antes? O Circo... é assim.



E em sua metalinguagem O Circo de Soleinildo fala mais, muito mais do que da vida de artista. Porque eu, honestamente, acho que o artista é um extrato pleno e vigoroso do ser humano. A gente representa o exagero de tudo aquilo que todo mundo tem, mas a gente assume, a gente aumenta, a gente estrangula ao máximo tudo o que passa por nós.

A dor e a solidão, a insegurança, a tristeza, a dúvida, a vontade de continuar, o medo de parar, aquele sentimento de 'e agora?' esses sentimentos todos são de todos nós, mas o artista, sempre em sua vida e em sua obra, os viverá intensa e declaradamente.

Tentando diminuir a tristeza de Solenildo
É tanta coisa para se dizer deste espetáculo que eu vou pular as partes sobre as quais muito já se falou. Eu não vou falar que o texto dramático é primoroso, que a encenação é irretocável, que os elementos de cena são todos de uma delicadeza e qualidade estética que nos envolve sem possibilidade de volta. Também não vou falar da simplicidade e do primor do trabalho dos atores, no ponto, envolvidos, íntimos em seu conjunto. Posso também abrir mão de dizer que Sérgio e Shirley optam por uma direção limpa e delicada, simples e contundente, muito, muito arriscada, que só se completa por conta da intimidade que o elenco desenvolveu.

E já que (não) estou falando do elenco, me permitam os homens (ótimos atores) fazer um revelação: Soleinildo é mulher! Calma, calma, eu não estou falando aqui ingenuamente, como se ninguém soubesse, que Soleinildo é interpretado por uma atriz.

Isac Flores com expressiva tristeza e fragilidade
Eu estou dizendo que o espetáculo (e tudo o que ele representa) é delas. É elas! E os atores, brilhantemente parecem entender isso e em cena estão ali a serviço delas. Assim, Cristiano Martins e Isac Flores fazem um primoroso trabalho de delicadeza e de companheirismo. Irreparável. Aqui, delicados são os homens! E isso é lindo demais!

Shirley Ferreira é uma coisa! Uma diva! Eu já havia assistido ao espetáculo no Festival da Juventude na Praça Barão do Rio Branco em Conquista no ano passado com outra atriz, Iara Barbosa, também muito boa, mas que trazia uma leveza à personagem. Ria-se das mesmas cenas com Iara Barbosa, sem tanto pesar e dor quanto se ri das cenas supostamente cômicas com Shirley Ferreira. Em cena, essa atriz brilhante (eu não tenho nenhum pudor em dizer isso) transformada pela maquiagem e pelo figurino é o próprio peso da solidão e da experiência. Cada cena sua, cada gesto é de fazer chorar. Seu olhar afunda a gente e a peça nos trespassa sem chance de dizermos NÃO!.

Shirley Ferreira em cena. Aguenta coração!

Que mulher é essa que olha pra gente e a gente congela? Que abre a boa e a terra treme? Eu realmente não tenho códigos para decifrar Shirley Ferreira! Só sei sentí-la!

Kécia Prado dá vida a Solenildo

E o monstrinho é esse que faz Soleinildo? Olhando desavisadamente, Kécia Prado parece pequena, frágil, um sorriso de menina. Mas a danada abre a boca e sai de baixo. Um vozerão que nem Soleinildo teria, se falasse. E essa ambiguidade de menina e leão é fundamental para a construção daquele patriarca do circo, daquela figura altiva e frágil ao mesmo tempo, para quem a família de atores dedica todo seu carinho, toda sua preocupação e devoção. O solo do personagem com capote (aquela alma sem corpo), diante da imóvel plateia construída pelos amigos fiéis é de matar um do coração. Um simples número de palhaço, já conhecido até, se torna um momento de puro enlevo.




A descoberta da cruel realidade e a revelação da aparentemente ingênua brincadeira com o Cirque du Soleil também é rápida, mas dolorosa. O ator que volta para reconstituir o nome original da trupe, toca tão silenciosamente em nossa vaidade porque nos diz em alto e bom som: 'seremos, sim, o que somos, custe o que custar'.

Esse espetáculo lembra, e foi Hannah, parceira de análise, que se deu conta, o filme de animação O Mágico, de Sylvain Chomet, mesmo realizador de As Bicicletas de Beleville. Esta obra, como a peça da Operakata, trata lindamente, apesar da crueldade encerrada em ambas, da vida do artista, da crueldade do mercado e da nossa incapacidade de viver sem isso.



Cristiano Martins e Shirley Ferreira na emblemática cena do atirador de facas
Para encerrar esse post imenso que eu não consigo terminar nunca, quero voltar-me à imagem da faca, por ser um número emblemático, muito engraçado, que reúne tensão, graça, revelação, mímese, enfim, todos os elementos que estão na obra como um todo. Mas não só por isso. Quero acessar a imagem da faca, do corte, da facada que levamos dia após dia, quer sejamos trabalhadores do palco ou do escritório. Quero falar das tantas farsas que produzimos na vida, de como forjamos números, de como fazemos cena. E essas tapeações que promovemos para os outros e na maioria das vezes para nós mesmos, ah, como elas são frágeis e num espirro se revelam.

Esse público que nunca vem, não é só para os artistas. A decisão entre ceder às demandas de fora e responder aos impulsos internos, eu insisto, não é só de artistas. Quantos bancários, secretárias, professoras, balconistas, domésticas, médicos, motoristas, advogados, abriram mão de suas verdadeiras aspirações para se render a uma vida que lhe garantiram ser melhor do que aquela que eles sentiam pulsar lá dentro. Ai, que isso tá ficando cafona, mas eu só consigo ver por estes olhos, o espetáculo.

O grupo pode ter feito um espetáculo que fala de artistas, mas sem saber (o que eu duvido muito) falou de todos e de cada um de nós que senta naquela plateia, artista ou não, e se vê em Soleinildo ou em cada um daquela frágil mas indestrutível trupe.

E se disserem "Nossa tanto de um espetáculo tão curto!" eu só posso responder:

Curta, é a vida, meu amigo! Curta é a vida!

Hannah Abnner registra bate-bapo da Operakata com o Arte do Espectador

Depois do espetáculo a trupe nos recebeu e conversamos sobre teatro, formação de plateia, sobre a trajetória bem sucedida do Soleinildo e, claro, sobre as recentes polêmicas envolvendo o II FESTIVAL DE CENAS CURTAS que aconteceu no final do ano passado e teve grande repercussão aqui no blog, você deve ter acompanhado. Confira esse delicioso bate papo-com a Operakata na retomada do nosso DEZ MINUTOS COM...clicando aqui.

E também a palavra da plateia com a volta do GOL DO ESPETÁCULO clicando aqui.

Comentários são sempre bem-vindos!

Gracias a la vida. Que nos ai dado tanto!

O CIRCO DE SOLEINILDO
TEXTO: Gilsérgio Botelho
DIREÇÃO: Gilsérgio Botelho e Shirley Ferreira
ELENCO: Kécia Prado, Cristiano Martins, Isac Flores e Shirley Ferreira
DESENHO DE LUZ: Raiza Lélis e Wandick Trindade
CENOGRAFIA: Gilsérgio Botelho
FIGURINO: Kécia Prado
PRODUÇÃO: Kétia Prado Damasceno




23 comentários:

  1. Faltam palavras para descrever a beleza desse espetáculo! São peças assim que exaltam a magia do teatro e nos mostra o quanto é bom embriagarmos com cultura e arte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela presença, Marcos. Olha eu realmente passei muito tempo escolhendo as palavras pra comentar e não dei conta nem do mínimo. Realmente, é sem palavras, a gente é que teima em querer traduzir! Abraços.

      Excluir
  2. Solenildo e sua troupe sentiram tanta falta do público que dessa vez nós chegamos em peso para, obviamente, aplaudi-los de pé. Mais lindo ainda é ter o fôlego de Drica para saber resumir tão delicada-mente sobre a infinitude de detalhes que de coração em coração foram sentidos e reverberados mesmo que sem a palavra.

    Estava tudo ali: os valores, as dores, os pelejos, o carinho, o lamento, a família, os dias, o artista que é em si, um ser plenamente 'estrupiado' pelo prazer e pela sisma da labuta - pela poesia leve e astuta.
    Prefiro até re-dizer por não conseguir superar o que ela (Drica) já sentiu tão bem:

    "Quero acessar a imagem da faca, do corte, da facada que levamos dia após dia, quer sejamos trabalhadores do palco ou do escritório. Quero falar das tantas farsas que produzimos na vida, de como forjamos números, de como fazemos cena. E essas tapeações que promovemos para os outros e na maioria das vezes para nós mesmos, ah, como elas são frágeis e num espirro se revelam."

    Tão simples, sensível e necessário. Não precisou divagar, nem promover a desigualdade na comunicação. A troca, naturalmente, foi feita. Pela singeleza. Qualquer um pôde entender ou muito mais do que isso, SENTIR. E não pensem que é fácil falar do que é simples, pelo contrário, O Circo de Solenildo é, mais uma vez, uma eterna resposta aos que tratam o teatro de modo "pianinho" (com o teor ameno da palavra) - Não sei onde ouvi, mas adoro repetir o que pode caber muito bem por aqui: Teatro é divertido, mas não é diversão!

    É TRABALHO! (trabalho que de tão suado, ficou doce)

    ...Devo ter evoluido três vidas depois dessa apreciação, rs. Só posso agradecer! Agradecer por brotar nessa terra tamanha iluminação (chega ser sagrado!) Esse é o momento em que acredito em você, Drica, quando me diz que arte é religião. Obrigada! De novo e de novo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro esses comentários posts... Obrigada vc, minha menina-inspiração!

      Excluir
  3. Drica (gosto de poder chamá-lá assim, pois apesar de não conhecê-lá pessoalmente, estou atento a esse blog faz tempo!), estou aqui, no meio das ferias, cozinhando demoradamente pela manha, entediando-me com um certo Encontro com Fátima, mas de olhos cheios de lagrimas que não são da cebola do feijão, mas do encanto de Solenildo que desde a primeira vez que vi nunca se apartou de mim e, nesse momento, pela sua apurada sensibilidade e comoção compartilhada com seus leitores. Eu amo muito O Circo... Desde o inicio, quando Belo Horizonte se rendeu à trupe sertaneja dando a eles o prêmio maior do Cenas Curtasdo Grupo Galpao, quando li todas as impressões da imprensa mineira sobre eles, quando voltei para vê-los se apresentarem no Festival Internacional de Teatro aqui em BH, quando duvido da existência de Kecia Prado, quando enlouqueço com a seriedade introspecção do gênio Gilsergio, quando essa Shirley me arranca as lagrimas, quando me engano de propósito cm medo do numero das facas das errado, quando sei que Salvador também se encantou pelo nosso Circo, quando sofria por saber de nossas autoridades e parte do publico Conquistense ignorar essa grandeza, quando leio seu texto, quando choro por saber da casa cheia, quando recebo notícias ... Eles sao assim, o Operakata. Trabalho, trabalho e trabalho. Ao serem celebrados como grande campeões aqui em BH, nao houve bebedeiras, impávidas, glamour, apenas o olhar brilhante de Kecia, o quase sorriso de Gilsergio, esse ensimesmar de nossa tente sertaneja. Pronto, chorei de novo!!! Joab Cruz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um post, né Joab... Obrigada pela partilha, de sentimentos e de opinião. Um grande abraço.

      Excluir
  4. Ops, corrigindo. Desculpe eu sempre erro, que coisa desagradável essa minha mania!

    ResponderExcluir
  5. Meninas, permitam-me ser direta neste comentário... Que afinal, é mais um agradecimento. E, portanto, sai um pouco do lugar proposto de comentar sobre...

    Prefiro, de modo muito pessoal, agradecer pelas palavras endereçadas as inciativas implementadas pela coordenação do CCCJL. Até por que, a grandeza e a beleza do "Soleinildo", falam por si. Quero colocar algumas luzes sobre o resultado de público e das ações que junto com uma equipe de voluntários, conseguimos efetivar. A ideia de mediar a divulgação e a recepção com performances e intervenções estéticas-teatrais, tendo como composição "de fundo" a exposição: "J. Murilo Pinta Guimarães Rosa" e a própria presença do fabuloso artista J. Murilo interagindo com o público; foi uma aposta que assumimos. E que bom, chegou a bom termo naquela noite!

    Afinal, não houve recursos para alocarmos à comunicação, aplicar em carro de som, cartazes, outdoors, etc. Tivemos nos últimos instantes, a presença do jornalista Cristiano Oliveira, responsável local pala comunicação da produtora do Verão Cênico, a Mil Produções (Salvador), mas, consideramos que o eco desses canais seriam tímidos.

    No CCCJL, entendemos que as mídias tradicionais, acionadas em espaços pontuais de divulgação seriam insuficientes para atingirmos o público que tínhamos almejado conquistar. Mais que isso, o público precisa ser conquistado, motivado para além da palavra, o que propicia um fértil campo para a semeadura e expressão da arte.

    Desta forma, como já fazemos em outras ações que estamos construindo, buscamos a cooperação da comunidade e propusemos aos atores assumir conosco o desafio de recepcionar, interagir e nos auxiliar na administração de pautas e público.

    É uma proposta em fase de teste de viabilidade, e portanto, as palavras e o reconhecimento que fazem neste artigo, nos enche de alegria, por vermos que fomos lidos com integridade positiva em passos tão iniciais. Por aqui sabemos que podemos continuar bancando a apostar um pouco mais. E em nome dessa equipe, lhes sou grata.

    Maris Stella Schiavo Novaes
    Diretora do Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima

    PS: "o vendedor de cachaça" tem o sugestivo nome de Cazuza e o "tiozinho das balas" é o nosso "Seo" Zeca baleiro.

    Os atores:

    Eduardo Néri- Camillo de Jesus Lima
    Sirlenne Peituda- Wagner Silveira Santos
    Rahnna Montilla- Jesiel Gonçalves

    Equipe de apoio desta produção

    Harmony's Visual
    Danillo Bittencourt
    Evandro Barbosa
    Carlito Lisboa
    J. Murilo

    Um fraternal abraço, e até a próxima 4ª-feira!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maris Stella. Desculpe-me pela demora em responder a este amigável comentário. Estou em Jequié trabalhando na segunda fase do vestibular de teatro e dança. Fico muito feliz por ter esse retorno seu e envio meus parabéns a toda a equipe. Acho que o centro de cultura tem cumprido sua função principal que é a de reunir artistas, produtores, apreciadores de arte. Para o ARTE DO ESPECTADOR é um prazer fazer parte deste momento. Amanhã volto correndo para pegar a apresentação e tentar fazer o bate-papo com os artistas. Acho que temos pela frente uma bela parceria entre o blog, o rebanho de atores e Centro de Cultura Camilo de Jesus Lima. Grande abraço.

      Excluir
  6. em tempos de dramaturgia apelativa, encontrar tão densa simplicidade em um circo que resiste ao novo e cria um novo carregado da "inocência" dantes é, no mínimo, experimentar sabores de celebração. parabéns, Drica, pela dissecação certeira do espetáculo. um abraço grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande abraço, querido. É sempre bom sentar diante de um computador e ter tanta beleza dentro da cabaça-da-cabeça tentando sair. O Circo de Soleinildo faz isso com a gente, encharca a gente de poesia. Aì, é só derramar! Grande abraço!

      Excluir
  7. Driiiiiiiiiica,

    Fiquei um tempo longe de leituras que escapavam ao universo da tese de doutorado, mulher. Agora, graças aos Deus e às Deusas, já liberta desta profunda, exigente e deliciosa empreitada, visto meus olhos de outras lentes, e seu blog, assim como sua presença no face, claro, são elementos para a citada re-montagem. Querida, e como eu gostei deste seu texto! Eu não conheço O Circo de Soleinildo, mas embarquei na emoção que você transcreveu nas linhas acima. E, olha, estas palavras: "a dúvida, a vontade de continuar, o medo de parar, aquele sentimento de 'e agora?'" me são muito bem-vindas no meu atual instante de vida: uma mulher recém-doutora, que vive do outro lato do Oceano, abraça o desconhecido, inicia novos começos, busca trabalho e segue.

    Um abraço bem forte e um grande beijo,
    Sarah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LIndona, que bom que vc voltou. Na verdade eu também estou voltando ao blog, devagarinho desde que meu pai se foi, eu o havia abandonado, mas agora, estou me sentindo mais forte para blogar. Que linda sua defesa, acompanhei pelo face. Que linda nova vida! Pois esse espetáculo é assim como vc pode ver nos comentários também, uma experiência única. Esteja bem, minha linda, onde vc estiver!

      Excluir
  8. Êêêêhhhhh...
    Soleinildo...
    Ah! Soleinildo... Que deleite poder ver e sentir aquilo tudo...
    Os vi pela primeira vez em BH quando viajei para finalmente assistir ao "Romeu e Julieta" do Grupo Galpão. Fui em busca de uma experiência plena de recepção e ganhei duas.
    Como são lindos! Assisti a peça outra vez no ano passado (2012), quando eles participaram do FIAC - BA (Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia) aqui em Salvador.
    Mais uma vez, fofos, simples, serenos...
    Na ocasião, após participar de um Curso de Crítica Teatral promovido pelo FILTE (Festival Latino Americano de Teatro da Bahia)no mês de setembro, estávamos eu e alguns colegas do referido Curso, escrevendo comentários (Críticas) e colaborando com o pessoal do FIAC, postando os mesmos num BLOG criado por nós para publicar os resultados do trabalho.

    Foi no Blog "DA CENA EM CENA.BLOSPOT.COM" que eu postei o meu exercício crítico sobre "O CIRCO DE SOLEINILDO" e foi muito bom poder me permitir aquela experiência.

    O texto é pequeno e por isso vou compartilhá-lo aqui.
    Já que Drica já assumiu que adora comentários em formato de POSTS, olha eu na "ozadia"!!!

    Segue abaixo o texto.

    Um "Muito Obrigada" gigante para a minha amigona Adriana Amorim, conterrânea desta terra boa que me dá muito orgulho.
    Evoé aos artistas!
    Muita LUZ no caminho de todos os que persistem...
    Muita LUZ pra nós!

    Bjão Drica!

    Polis (Eu!)

    Hoje tem Espetáculo? Tem, e vai ser lindo!

    Encantamento e deslumbre.
    Estas são as sensações que embebedam qualquer espectador que se predispõe a adentrar no universo de singeleza apresentado pelo espetáculo “O Circo de Soleinildo” encenado pela Cia. Operakata de Teatro.
    A obra integra a programação do 5º FIAC e segue em cartaz no Cine-Teatro Solar Boa Vista (Engenho Velho de Brotas), nos dias 05 e 06/10 às 20h e no dia 07/10 às 16h.
    Poesia e simplicidade se unem na construção de um trabalho artístico prenhe de elementos cuidadosamente expostos em cena e combinados de maneira harmônica, sensível e inteligente. Os artistas-criadores, sobre a batuta do diretor Gilsérgio Botelho, em parceria com a intérprete Shirley Ferreira (Que atua na peça!), apresentam como fontes de inspiração nada menos do que a meiguice do Teatro Gestual e o imaginário apresentado nos filmes de Fellini, apresentando na cena momentos e imagens que causam verdadeiros transbordamentos na alma humana e devaneiam poeticamente a cada um que ali os aprecia, como um Quadro Vivo ou um filme do Cinema Mudo. A palavra verbal é dispensável diante de imagens e trajetos tão bem acabados e resolvidos.
    O Circo tenta sobressair às adversidades, à falta do público que não chega. O velho Soleinildo está cansado, um tanto descrente, mas sua fé retumba e contagia os seus companheiros de lona a continuarem pelos seus viajores no sertão vasto e desafiador.
    É um belo espetáculo, simples, porém forte, bem cuidado, inteiro, de dentro para fora de cada um que o representa, leve, autoral, um tanto biográfico até.
    A Cia. com oito anos de trabalho dedicado à pesquisa e a experimentação, “se joga” naquilo que mais acredita, o poder fazer teatro como se pensa e como se quer. O resultado, um trabalho magnífico, ingênuo, mas potente, transformador e plenamente humano.

    Polis Nunes é Atriz, Professora de Teatro e Produtora Cultural. Licenciada em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia. Integrante do Grupo de Teatro Finos Trapos /BA.
    pnunesprodução@gmail.com

    ResponderExcluir
  9. Evoé! Linda cobertura, Drica e Hanah. Esperamos carinhosamente o Circo em Jequié. Evoé, Operakata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora pergunta quantas páginas da tese estão prontas e revisadas... Ai, ai! (rsrsrsrsrs).

      Excluir
  10. Estou JOAN LATIFER pelo nome, fui rejeitado pelo meu marido depois de três anos de casamento só porque outra mulher tinha um feitiço sobre ele e ele me eo garoto deixou a sofrer. um dia, quando eu estava lendo através da web, eu vi um post sobre a forma como este lançador de magias neste endereço de email (agbazara@gmail.com), ajudou a mulher a voltar o marido e eu dei-lhe uma resposta para o endereço dele e ele me disse que uma mulher tinha um feitiço sobre o meu marido e ele me disse que ele vai me ajudar e depois de 3 dias que eu vou ter o meu marido de volta. Eu acreditei nele e hoje estou com o meu marido e eu quero que todos vocês sabem que este lançador de magias tem o poder de trazer os amantes de volta, porque eu sou agora feliz com meu marido. Graças ao Dr.Agbazara, seus contatos são:

    agbazara@gmail.com

    ResponderExcluir
  11. Meu nome elena da sliva eu quero dar graças e eu vou sempre dar graças a Dr Dagama que trouxeram de volta o meu amor que me deixou por 6 anos dentro de 48 horas, eu já disse sobre este na semana passada, mas eu prometi para sempre informar as pessoas sobre este fim a cada semana, para que aqueles que não leram sobre isso último vai ler sobre isso esta semana, i foram à procura de como obter esse menino de volta para minha vida, porque eu amo esse menino com todo o meu coração, eu não podia substituí-lo por qualquer corpo, um dia eu estava assistindo a minha televisão quando vi uma senhora dando graças a Dr Dagama e dizer ao mundo como ele a ajudou a que eu estava tão chocada que eu não podia acreditar, porque eu nunca ensinou que existem poderes que pode trazer o amor de volta perdido, então foi assim que eu decidi entrar em contato com ele também, porque eu realmente preciso do meu amor de volta, quando entrei em contato com ele eu disse-lhe tudo e ele me disse para não se preocupar que o meu amor vai certamente estar de volta aos meus braços dentro 48 horas a primeira eu não podia acreditar, porque eu estava pensando como poderia alguém que tenha ido para seis anos voltar dentro de 48 horas, por isso, então eu decidi assistir e ver, inacreditável dentro das próximas 48 horas, recebi um telefonema de número desconhecido, então eu decidi pegar a chamada a próxima coisa que eu ouvia era meu amores voz que ele estava implorando e suplicando-me ao telefone que eu deveria perdoá-lo que eu deveria esquecer tudo que aconteceu que não sei o que aconteceu, ele não prometeu para deixar, por qualquer motivo, que ele era realmente sinto muito pelo que ele fez, eu estava tão surpreso, porque eu nunca acreditei que isso pudesse acontecer, de modo que era como eu aceito seu pedido de desculpas e, na manhã seguinte, ele veio à minha casa e ainda pedindo me a perdoá-lo eu disse-lhe que está tudo bem que eu o perdoei, foi assim que começou de novo e agora estamos casados, eu prometi a dizer este testemunho na estação de rádio, comentando este testemunho ainda é normal, mas antes deste mês é executado fora eu prometo dizer isso em estação de rádio e eu vou, senhor muito obrigado much.World por favor estou te implorando as pessoas a experimentar e agradecer a este homem para mim, ou se você precisar de sua ajuda aqui é o seu endereço de e-mail: drdagamalovespelltemple@gmail.com

    ResponderExcluir
  12. Grande graças a dr ojas para trazer meu ex de volta e também por me abençoar com um filho, a maioria dos agradecimentos especialmente grandes para fazer com que os 20 milhões de dólares contrato possível para mim, você pode contatá-lo como templeofanswer@outlook.com se precisar de ajuda ou chamá-lo +2348148648318, muito obrigado senhor pelo que fez por mim e minha família, não pára de dizer o mundo até eu morrer.

    ResponderExcluir
  13. que mundo maravilhoso que estamos vivendo, eu ainda duvido que este lançador de magias como ele fez isso !!! eu sou Shechan Dianna sou de EUA, estou tão feliz em deixar a palavra inteira sabe como este poderoso lançador de magias salvou minha marriage.Everything estava indo pelo ralo como meu marido não consegue parar de me traindo com outras mulheres. Tornou-se costumava sempre aquecendo em mim. Eu tentei fazê-lo parar, mas eu não poderia ajudar a situação, quanto mais eu tentava, mais difícil se torna. Às vezes vamos lutar e ir para além de alguns meses e vamos voltar novamente apenas por causa de nossos filhos. Um dia um amigo me disse sobre esse lançador de magias que a ajudou muito, o nome dele é Dr.Ajakaja, ela disse que ele usa magia branca feitiços para resolver problemas espirituais. Eu decidi dar-lhe uma tentativa, entrei em contato com ele e ele me disse que vai demorar apenas 2 a 3 dias e eu vou ver grandes mudanças no meu marido. Na verdade, ele lançou um feitiço, acredite em mim depois de 2 a 3 dias da magia, meu marido estava confessando diferentes nomes de mulher que ele tenha dormido com. Ele pediu perdão e nunca tentar novamente. Daquele dia até agora, a minha mente está em repouso. Meu marido não gosta de todas as outras mulheres da terra, exceto eu. E estou tão feliz de tê-lo por mim mesmo alone.The soletrar contato do caster seu email: dr.ajakaja1@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Meu nome é Jessica Estados Unidos. Eu desejo
    compartilhar meu testemunho com o público em geral sobre
    Um grande lançador de magias chamada (DR KAKUTA) tem feito por mim, este templo
    ter só trouxe de volta o meu ex perdida
    amante para mim com a sua grande obra mágica, eu estava namorando esse homem chamado
    Steven estávamos juntos por um longo
    tempo e nós amamos, mas da nossa auto quando eu era incapaz
    para dar-lhe um filho homem para 5 anos, ele deixou-me e disse-
    me que ele não pode continuar mais, então eu estava agora
    procurando maneiras de obter-lo de volta e também de engravidar, até que um amigo
    meu contou-me sobre este templo, e deu-me o seu e-mail de contato,
    então você não vai acreditar nisso quando eu contactado-los em meus problemas eles
    preparou os itens e lançar o feitiço para mim e para trazer o meu marido perdido
    para trás, e depois de um mês eu perdi meu fluxo mensal e ir para um teste e
    o resultado indicou que eu estava grávida, estou feliz hoje sou uma mãe de
    um conjunto de gêmeos um menino e uma menina, eu agradeço o templo mais uma vez para
    o que eles fizeram para mim, se você está lá fora passar por qualquer
    desta problemas que você pode entrar em contato com este grande Dr para a ajuda listados abaixo:

    Contactá-los ... kakutaspellz@gmail.com

    (1) Se você quer que seu ex-costas
    (2) se você sempre tem pesadelos.
    (3) Você quer ser promovido em seu escritório.
    (4) Você quer mulheres / homens a correr atrás de você.
    (5) Se você quiser uma criança.
    (6) Você quer ser rico.
    (7) Você quer amarrar o seu marido / esposa para ser
    seu para sempre.
    (8) Se você precisar de ajuda financeira.
    (9) Cuidados Herbal
    (10) Se você não pode ser capaz de satisfazer a sua esposa
    desejo sexual devido ou
    ação baixa err.
    (11) se sua menstruação se recusam a vir
    o dia em que suponho ou sobre os fluxos.
    (12) se o seu trabalho se recusar a pagá-lo, pessoas
    devido você ?.
    (13) resolver uma questão da terra e recuperá-lo.
    (14) Será que sua família Denny lo de sua
    certo?
    (15) Deixe que as pessoas obedecem as minhas palavras e fazer o meu
    desejo
    (16) Você tem uma baixa contagem de esperma?
    (17) Caso resolver
    (18) Você precisa de ajuda para ganhar na loteria? E.T.C

    Contacte-los em seu e-mail no

    kakutaspellz@gmail.com

    E se todos os seus problemas resolvidos

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  15. Eu quero compartilhar meu testemunho de como eu era capaz de receber de volta o meu marido passado alguns meses e com a ajuda do Dr. Ketch , meu homem me deixou por mais de nove meses e continuou com outra senhora e eu era incapaz de seguir em frente com minha vida por causa do amor que tenho por ele no mês passado eu vi um testemunho na internet sobre como Dr. Ketch ajudado alguém com amor feitiço assim que eu nunca acreditar, mas só tem que tentar minha fé que eu fiz e eu em contato com ele em seu e-mail : Templeoffinalsolution @ hotmail.com e ele me disse o que eu preciso fazer e depois de dois dias eu recebi um telefonema do meu marido me pedindo para voltar para ele tudo era como um sonho para mim, eu estou tão feliz agora que estamos juntos novamente graças ( Templeoffinalsolution@hotmail.com . ) 0r chamada +2348055332158 .

    ResponderExcluir